Mais uma igreja "evangélica" gay no Brasil!

Missionária Lanna Holder
No dia 03/06/2011 mais uma nova igreja evangélica foi aberta em São Paulo. Seria um evento corriqueiro na vida dessa grande cidade, se a fundadora não fosse Lanna Holder. Se você não a conhece ou nunca ouviu falar, leia com atenção.
Lanna Holder é uma pregadora e missionária pernambucana famosa, conhecida no meio evangélico pentecostal, mais precisamente na Assembléia de Deus, onde era membro e ministra. Já pregou em pelo menos dois congressos dos gideões missionários da última hora (um dois maiores eventos do retété no Brasil). Conseguiu notoriedade contando o seu testemunho de como foi liberta do mundo do lesbianismo e das drogas, que ela conheceu com idade de 12 anos! Viajou por todo o Brasil e alguns países do mundo contando esse testemunho. Tem vários dvd's com o testemunho e mensagens além de vários livros que ela vendia nas igrejas onde era convidada. Milhares de pessoas foram impactadas com o poder do Evangelho de Jesus Cristo, capaz de transformar a vida até do mais perdido dos pecadores. Casou-se com o missionário Samuel Davi de Souza, um filho de pastor, com quem teve um filho.
Dizendo ter recebido "um chamado missionário" foi morar nos Estados Unidos, ligando-se à World Revival Church, a Assemblia de Deus de Boston, do pastor Ouriel de Jesus, que nessa época ainda fazia parte das Assembléias de Deus no Brasil.
Bom, a partir daí é que o caldo começa a engrossar. A igreja do pastor Ouriel é grande, basicamente frequentada por brasileiros que moram naquela região. Entre outros ministéros, o de louvor era liderado pela pastora Rosania Rocha, cantora e pregadora. A pastora Rosania é casada e seu marido também faz parte da equipe do louvor.
Por mais incrível que possa aparecer, essas duas mulheres, Lanna e Rosania, a missionária e a pastora, se envolvem sentimentalmente e passam a ter um caso lésbico amoroso até serem descobertas pelo marido de Rosania.
O estrago já estava feito e o escândalo revelado. O casamento das duas foi por água abaixo e Lana voltou para o Brasil. Isso tudo aconteceu em 2002.

Pastora e cantora Rosania Rocha

Já no Brasil, Lanna Holder deu algumas entrevistas onde dizia ter se arrependido e que como qualquer ser humano (ainda mais com um passado negro como o dela) estava sujeita à uma recaída. Dizia ainda estar orando para que Deus restabelecesse o seu ministério e que continuasse usando-a como no passado.
Mas não foi só o casamento que Lanna perdeu. Os negócios também foram prejudicados. Por causa do escândalo muitos pastores e revendedores que haviam comprado seus produtos suspenderam os pagamentos, alegando que depois desses eventos seus produtos se tornaram invendáveis e ela ficou com o prejuízo, que nessa época já passava dos R$100 mil. Sem dinheiro e desmoralizada no meio evangélico brasileiro, Lana volta para os Estados Unidos para trabalhar pintando casas e entregando pizzas na esperança de juntar algum dinheiro para pagar os credores. 
Ao todo foram seis anos longe dos púlpitos. Em 2008 Lanna voltou à cena evangélica brasileira. Os convites começaram a surgir e em 2009 lá estava ela pela segunda vez no famigerado congresso dos Gideões. Até que, em meados de 2010 começou-se a falar em Cidade de Refúgio. Seria um novo dvd? Ou um novo livro? Ou uma nova pregação? Daí foi só aguardar para descobrir que seria uma nova igreja e que Lanna não estava sozinha nessa nova empreitada! No anúncio oficial caiu a bomba: a nova igreja de Lanna Holder seria presidida por ela e pela pastora e cantora Rosania Rocha! 
Não seria nem necessário acrescentar que as duas continuam juntas e que a nova igreja aceita e apóia relacionamentos homo-afetivos, pois de acordo com o site da igreja, "Deus não faz acepção de pessoas". A Igreja Comunidade Cristã Cidade de Refúgio vai incluir os que se sentem rejeitados pela opção sexual. Logo, gays e lésbicas poderão praticar sua espiritualidade, agora com a consciência anestesiada pelas pregações de Lanna.
Eu fico imaginando o departamento de Desenvolvimento de Novos Projetos do inferno trabalhando com todas as suas forças. Sabemos que são os evangélicos do Congresso Nacional os que mais se opõem à PL122, pressionando até a presidente Dilma Roussef para que barrasse a distribuição dos "kit anti-homofobia" nas escolas do Brasil. Ora, deve ter pensado esse diretor desse departamento infernal: "se a pedra no nosso sapato são os evangélicos, vamos então, pouco à pouco, transformá-los em gay-friendly. Se celebridades evangélicas simpáticas como Lana e Rosania assumirem seus casos publicamente, se abrirem uma igreja onde gays não são somente bem-vindos  mas também apoiados, se conseguirmos mudar a forma dessa gente ver as coisas, bingo, ganhamos a guerra." E eis aí o resultado! Já existe há algum tempo, em Madureira no Rio de Janeiro, a Igreja Cristã Contemporânea, dos pastores Marcos Gladstone e Fábio Inácio, um casal homossexual assumido. Essa igreja está crescendo e já conta com seis filiais (congregações).
O que me revolta é que a estratégia é boa, para não dizer excelente. O que me deixa irado é ver o apoio de pessoas que se dizem evangélicas, conhecedoras da Palavra, e que não pensam duas vezes antes de validar esse tipo de atitude. Não estou falando de opção sexual, afinal de contas vivemos num país livre onde cada um faz o que bem entender de seus corpos, porém me refiro à gente que anda com a Bíblia na mão, que conhece a Palavra de Deus mas que prega justamente o contrário do que está escrito nela. O pastor Ricardo Gondin, pastor da igreja Batista Betesda, declarou há algumas semanas seu apoio ao casamento homossexual! (veja matéria da revista Carta Capital) Eu sempre soube que existem homossexuais (a maioria deles enrustidos) dentro das igrejas evangélicas. Eu mesmo já conheci alguns. Mas daí pensar que podem liderar pessoas e instruí-las de acordo com  princípios homossexuais e ainda tentar se apoiar na Bíblia para tal, para mim é simplesmente o cúmulo do absurdo. Deus está para o homossexualismo assim como a água está para o óleo! Não dá! Não mistura! É impossível! O bom é saber que o inferno perde sempre. A guerra declarada entre Deus e diabo já tem um vencedor: Deus! O diabo sabe disso e seu maior desejo é levar consigo o maior número de pessoas possível. Portanto, no seu jogo sujo, vale tudo. Afinal de contas ele veio para matar, roubar e destruir.
Deus ama todas as pessoas, isso é uma verdade absoluta. Mas Ele não concorda com práticas abomináveis, que são abomináveis porque Ele as abomina. Não fui eu quem decidiu que o homossexualismo é pecado. Foi o próprio Deus quem proibiu essa prática. Daí os mais sabidinhos vão dizer: "mas Jesus andava com prostitutas e ladrões". E eu concordo plenamente que Jesus Cristo nunca discriminou ninguém. Um dos maiores exemplos é a conversa que Ele teve com a mulher samaritana. Os Samaritanos (habitantes da cidade de Samaria) eram desprezados pelos judeus na época de Jesus, de modo que era uma vergonha para um judeu conversar ou se relacionar com samaritanos. Porém Jesus quebrou tabus. E por causa de sua ousadia Ele conseguiu pregar para toda aquela cidade. Quando Ele livrou uma mulher adúltera do apedrejamento com a célebre frase "aquele que não tiver pecados que atire a primeira pedra", não pensou duas vezes antes de dizer "vai e não peques mais". Quando Ele aceitou o convite de Zaqueu, um cobrador de impostos corrupto, para jantar em sua casa, não foi para apoiar a sua robalheira. E o impacto de quem se encontra com Jesus é tão forte que Zaqueu prometeu restituir em dobro tudo aquilo que tinha roubado! Na verdade todos os pecadores que tiveram um encontro com o Mestre, tiveram suas vidas transformadas completamente.
Homossexualismo é pecado mas não é o único. Todos nós somos pecadores, de um jeito ou de outro. Mas Deus está pronto a nos receber de braços abertos desde que estejamos decididos a nos arrepender e PARAR com nossas práticas pecaminosas.
Na minha opinião, Lana Holder não poderia liderar uma igreja. Ela não é uma nova convertida que não sabe direito o que a Bíblia diz. Ela é uma pregadora e sabe muito bem o que está fazendo. Ela se encaixa na parábola de Jesus em Lucas 6:39 : "E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?".
Muita gente vai achar que ela está certa e vai segui-la. O Evangelho de Jesus não pode, e não vai ser envergonhado por causa de um grupúsculo de gente enganada.
No fim só nos resta orar para que Deus dê a todas essas pessoas uma segunda chance, de se arrepender e encontrar a Verdade, que se encontra na Palavra de Deus. Se não, o próprio Cristo já nos havia prevenido: "Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!" Mateus 18:7
É claro que o assunto é delicado. Você estaria pronto para receber um hommossexual em sua igreja sem condená-lo por suas práticas? Jesus Cristo nos mandou ir por todo o mundo e pregar o evangelho à TODA criatura. Em outra ocasião Ele disse: "Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento." (Marcos 2:17) Essas pessoas precisam de Jesus assim como eu e você. Nós que já O conhecemos devemos lhes anunciar as boas-novas do Reino. O apóstolo Paulo disse que se fez de tolo para ganhar os tolos. Mas não é preciso ser gay para ganhar os gays!
Que Deus nos dê sabedoria para levar a Sua Palavra à todos que necessitam. Que a cegueira espiritual que tomou conta de Lanna Holder e Rosania Rocha possa ser retirada pelo poder da Palavra de Deus, essa mesma que elas pretendem anunciar!